16
Abr 04

Nicolau de Orta Rebelo descreve o seu périplo pelo Oriente, registando as impressões sobre o que vai observando. Este trecho ilustra a chegada do viajante português à Mesopotâmia.


«Desta Aldea nos partimos ao Seguinte dia as 9 horas de pela manhãa, atravessando hum pedaço de dezerto, que nos alli ficava mais curto athe chegarmos ao Rio de Alá, em o qual caminho gastamos dous dias, o qual Rio está de Babilónia duas Legoas grandes, mas vem se os Edificios, e os Alcorões [minaretes] claramente, a donde se ajunta com o Rio Tygris. He este Rio de Alá de grande fundo, terá de largo hum tiro de espingarda corre cõ mt.ª // serenidade, e brandura. E he isto tanto assim , que me foi necessario pª saber para q parte corria, botar hum cospinho nelle e ver para onde mo encaminhavão suas claras agoas: há nelle de contino barcas, que passão de hua parte pª a outra junto a paragem donde Se mete no Tygris.»


Relação da jornada que fez Nicolao Dorta Rabello

publicado por Francisco Caramelo às 19:50

Abril 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
15

20
22
24

26
29


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO