31
Ago 04
Iran 

É um exemplo da arte da caligrafia árabe aplicada à numismática. Trata-se de uma moeda oriunda de Isfaão, no Irão, e datada de 1701-1707, da época do sultão safávida Husayn. A inscrição tem, para além da sua dimensão estética, uma função informativa essencialmente de carácter religioso, enunciando os nomes dos 12 imãs xiitas e apresentando a profissão de fé do xiismo: Alá é o único deus, Maomé é o seu profeta e Ali é o amigo de Deus. Nos últimos dias, Ali, genro e primo de Maomé, foi muitas vezes evocado a propósito de Najaf, cidade santa para os xiitas, onde está situado o mausoléu que acolhe o seu primeiro imã. Esperemos que a paz tenha efectivamente chegado a Najaf.  

publicado por Francisco Caramelo às 11:13

29
Ago 04

Se um camelo visse a bossa partia o pescoço.


(provérbio árabe)

publicado por Francisco Caramelo às 11:16

28
Ago 04

Description.jpg


(gravura da Description de l'Égypte)





Edme François Jomard foi o editor geral da obra que resultou da expedição de sábios que acompanharam Napoleão na campanha militar de 1798. A Description de l’Égypte foi publicada em 23 volumes entre 1809 e 1828. Podemos imaginar o impacto que uma expedição científica desta natureza e a obra monumental que daí resultou nos meios académicos, intelectuais e culturais da Europa nos inícios do séc. XIX.

publicado por Francisco Caramelo às 10:24

27
Ago 04

Gerome2.jpg


Este quadro de Gérôme evoca a invasão do Egipto por Napoleão. O general fez-se acompanhar por cerca de quinhentos civis, artistas, cientistas, sábios. A finalidade era dar a conhecer à Europa o Egipto, a sua história natural e os aspectos da sua antiguidade, o que sempre tinha fascinado o Ocidente e a Europa. Desta expedição resultaria a Description de l'Égypte.


publicado por Francisco Caramelo às 18:32

26
Ago 04

 


 


Pormenor de um baixo-relevo assírio (Nimrud) que representa a caça ao leão. Tinha lugar nos parques e jardins reais que faziam parte das capitais neo-assírias e onde eram acolhidas as espécies animais e vegetais dos países longínquos, conquistados pelo soberano assírio. Simbolicamente, o jardim real representava o triunfo da ordem assíria sobre o caos. A caça ao leão tinha, por isso, a par da vertente mais lúdica, um significado simbólico e ritual.

publicado por Francisco Caramelo às 10:51

24
Ago 04

A Inscrição trilingue de Behistun celebra a ascensão de Dario I ao trono. Para além de constituir um testemunho importante sobre a Pérsia aqueménida, foi a chave da decifração da escrita cuneiforme, desempenhando um papel semelhante ao da Pedra de Roseta para o egípcio hieroglífico. A inscrição, situada num penhasco, a cerca de 100 metros de altitude,


Behistun.bmp


numa estrada real que ligava a Babilónia a Ecbátana, antigas capitais persas, tem sofrido nas últimas décadas um processo de erosão e de deterioração preocupante.


Acompanhada de uma representação iconográfica monumental, encontrou eco em autores clássicos como Ctésias de Cnido, Tácito e Diodoro. Em 1598, Robert Sherley, um inglês, em missão diplomática ao serviço da Áustria, avistou-a e concluiu que se tratava de uma cena que representava a ascensão de Jesus Cristo. Outras interpretações idênticas se sucederam, designadamente a de que se trataria de Cristo e dos Apóstolos ou das tribos de Israel, aquando das deportações neo-assírias.


  Henry Rawlinson. Painting by Thomas Phillips, Royal Asiatic Society, London (Britain).


Rawlinson (na imagem) desempenhou um papel fundamental na decifração da inscrição, partilhando com alguns dos patriarcas da assiriologia do séc. XIX, entre os quais Grotefend, o mérito de ter descodificado a escrita cuneiforme.  


Em 1999, um grupo de peritos iranianos iniciou um projecto em que o objectivo consistia em fotografar a inscrição, dando origem a imagens tridimensionais, destinadas a preservar o monumento. Apesar das dificuldades de ordem financeira, o projecto estará concluído brevemente.    

publicado por Francisco Caramelo às 11:07

Agosto 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
25

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO